terça-feira, novembro 29, 2005

Desmayarse, atreverse…

Desmayarse, atreverse, estar furioso,
áspero, tierno, liberal, esquivo,
alentado, mortal, difunto, vivo,
leal, traidor, cobarde y animoso;

no hallar fuera del bien centro y reposo,
mostrarse alegre, triste, humilde, altivo,
enojado, valiente, fugitivo,
satisfecho ofendido receloso;

huir el rostro al claro desengaño,
beber veneno por licor suave,
olvidar el provecho, amar el daño;

creer que el cielo en un infierno cabe,
dar la vida y el alma a un desengaño,
esto es amor: quien lo probó lo sabe.


Lope de Vega

4 Comments:

Anonymous Pomba-relógio said...

GORA EUSKAL HERRIA SOZIALISTA ETA INDEPENDIENTEA!!!

29 novembro, 2005  
Blogger legivel said...

esto es el amor: quien lo probó lo sabe.
... e Lope de Vega escreveu a letras de ouro, a sua sabedoria sobre tal assunto. Eu, humilde leitor, baixo os olhos, reverencio o poeta e não me atrevo a acrescentar o "que não tem acrescento".

30 novembro, 2005  
Blogger  said...

Ahh pois é...

30 novembro, 2005  
Blogger Black Rider said...

Quantos "céus cabem num mesmo inferno"?
Um poema de amor estranho ou um poema estranho de amor. Ou apenas um poema de amor...

beijo para ti

01 dezembro, 2005  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

on-line hits.