sábado, outubro 07, 2006

Eh! Companheiro

Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou pra te falar
Estas paredes me tolhem
os passos que quero dar
uma e feita de granito
não se pode rebentar
outra de vidro rachado
p´ras duas pernas cortar

Eh! Companheiro resposta
resposta te quero dar
Só tem medo desses muros
quem tem muros no pensar
todos sabemos do pássaro
cá dentro a qu´rer voar
se o pensamento for livre
todos vamos libertar

Eh! Companheiro eu falo
eu falo do coração
Já me acostumei à cor
desta negra solidão
já o preto que vai bem
já o branco ainda não
não sei quando vem o vento
pra me levar de avião

Eh! Companheiro respondo
respondo do coração
ser sozinho não é sina
nem de rato de porão
faz também soprar o vento
não esperes o tufão
põe sementes do teu peito
nos bolsos do teu irmão

Eh! Companheiro vou falar
vou falar do meu parecer
Vira o vento muda a sorte
toda a vida ouvi dizer
soprou muita ventania
não vi a sorte crescer
meu destino e sempre o mesmo
desde moço até morrer

Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou p´ra responder
Sorte assim não cresce a toa
como urtiga por colher
cresce nas vinhas do povo
leva tempo a amadur´cer
quando mudar seu destino
está ao alcance de um viver

Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou pra te falar
De toda a parte me chamam
não sei p´ra onde me virar
uns que trazem fechadura
com portas para espreitar
outros que em nome da paz
não me deixam nem olhar

Eh! Companheiro resposta
resposta te quero dar
Portas assim foram feitas
p´ra se abrir de par em par
não confundas duas coisas
cada paz em seu lugar
pela paz que nos recusam
muito temos de lutar.

Sérgio Godinho

2 Comments:

Blogger I said...

PELA LUTA ,DE TODOS OS PROFISSIONAIS DO ENSINO, PELO DIREITO À DIGNIDADE PROFISSIONAL, À IGUALDADE DE OPORTUNIDADES FACE A OUTROS PROFISSIONAIS DE SERVIÇOS PÚBLICOS. DIREITO AO RESPEITO E AO RECONHECIMENTO .PELO DIREITO AO EXERCÍCIO DAS NOSSAS FUNÇÕES EM CONDIÇÕES DE SEGURANÇA E BEM ESTAR.
FAÇAM-NOS EXAMES PARA ATESTARMOS AS NOSSAS CAPACIDADES PEDAGÓGICAS E CONHECIMENTOS DAS MATÉRIAS,EXIJAM QUE ESTEJAMOS 35 OU 40 HORAS NA ESCOLA MAS, EM CONTRAPARTIDA, DÊEM-NOS GABINETES DE TRABALHO COM AR CONDICIONADO , ARMÁRIOS, SECRETÁRIAS, COMPUTADOR, IMPRESSORA, PAPEL, CANETAS, LÁPIS...PARA QUE POSSAMOS PREPARAR AS NOSSAS LIÇÕES NO LOCAL DE TRABALHO E NÃO EM CASA ONDE CONSUMIMOS MATERIAIS QUE PAGAMOS DO NOSSO BOLSO.
GARANTAM-NOS SALAS CÓMODAS, LIMPAS E AREJADAS, REFRIGERADAS NO VERÃO E AQUECIDAS NO INVERNO, COMO FAZEM AOS RESTANTES SERVIDORES PÚBLICOS, PARA LECCIONARMOS.
GARANTAM-NOS A SEGURANÇA DENTRO DO RECINTO ESCOLAR PARA QUE EPISÓDIOS DE AGRESSÕES POR PARTE DE INDIGENTES MATRICULADOS NAS ESCOLAS, NÃO SE REPITAM.
NÃO NOS OBRIGUEM , FORA DOS SERVIÇOS PRISIONAIS, A LECCIONAR PESSOAS, QUANTAS VEZES MENORES DE IDADE, PORTADORAS DE ARMAS ILEGAIS, INSTALANDO APARELHOS SEMELHANTES AOS DOS AEROPORTOS, PARA AS DETECTAR À ENTRADA DAS ESCOLAS.
E JÁ AGORA, PORQUE NÃO TOLERÂNCIAS DE PONTO E HORÁRIOS DE ENTRADA LIVRE, MANHÃS PARA IR FAZER ANÁLISES E TARDES PARA CONSULTAS QUE NÃO É PRECISO JUSTIFICAR, A NÃOS ER JUNTO DA CHEFE, TAL COMO ACONTECE COM OS RESTANTES SERVIDORES PÚBLICOS? IOI!!!!!!!!!!

OS PROFESSORES, AO CONTRÁRIO DO QUE ALGUNS AINDA PARECEM PENSAR, SÃO LICENCIADOS, POS-GRADUADOS, MESTRES E DOUTORADOS..MAS ACIMA DE TUDO SÃO SERES HUMANOS RESPONSÁVEIS PELA TRANSMISSÃO, ÀS FUTURAS GERAÇÕES, DE CONHECIMENTOS E VALORES.SOMOS " A MÃO QUE EMBALA OS CÉREBROS".



POR TUDO ISTO,
"Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou pra te falar(.............................)
pela paz que nos recusam
muito temos de lutar."

07 outubro, 2006  
Anonymous Esteva said...

Neste momento, somos apenas um dos bodes expiatórios do sistema. Por mais que tentemos elevar a nossa voz, ninguém a parece querer ouvir. Para este e anteriores governos, o nosso papel resume-se tão só a isto: passar as crianças de ano e entretê-las até elas poderem começar a atrabalhar. Aqueles de nós que pensam a sua profissão como uma missão para formar cidadãos autónomos, exigentes e críticos estão enganados. Eu sei que é isso que diz na Lei de Bases do Sistemna Educativo. Mas também sei para que servem as boas leis em Portugal: para ignorar.

Por que nos atacam de todos os lados? Para nos fragilizar, para nos dobrar, para nos robotizar. coisa que não é assim tão difícil, dado que demasiados professores têm, ao longo dos anos, dado bastos exemplos do que não é um bom professor. Nós também temos culpa deste redemoinho em que agora nos vemos envolvidos.

E a nossa culpa passa, igualmente, por não sermos suficientemente corajosos para lutar quando atacam o que é essencial: a qualidade do nosso trabalho e das condições em que o desempenhamos. No dia 5 , 25 mil foram a Lisboa. Quantos continuarão a lutar? É que as guerras só se ganham com duras batalhas e eu receio que as nossas legiões não estejam preparadas. Este exército não é unido, não quer estar informado, não quer fazer greves que lhe tragam vantagens futuras se tal implicar perder um dia ou dois de ordenado. E eu começo a estar cansada de fazer greves pelos outros. Estou cansada dos ataques idiotas deste governo e dos anteriores, mas cansada estou também destas pessoas que me rodeiam no dia-a-dia laboral.

É assim, I, o desânimo domina-me.

08 outubro, 2006  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

on-line hits.