quarta-feira, setembro 06, 2006

haiku (um )

O velho tanque
Uma rã mergulha,
Barulho de água.



Bashô

1 Comments:

Anonymous Andarilhus said...

Este haiku é (um)grande Bashô mistério, denso, para mim, confesso... A ignorância é uma das minhas componentes. Também não quero ser dEUS!
No entanto, extrapolando, para visões mais etéreas, diria que o “velho tanque” é o ancestral mundo, onde mais um indivíduo (rã) constrói o seu momento na História – cantada ou silenciosa – e provoca uma maior ou menor perturbação no status quo (barulho de água; ondas), dada a sua maior ou menor grandeza de personalidade…
Olá Garça, obrigado por me teres visitado… lá…
“(º0º)”

06 setembro, 2006  

Enviar um comentário

<< Home

on-line hits.