domingo, setembro 11, 2005

Vivia do teu olhar

Vivia do teu olhar (o que não é uma divinização exagerada da tua pessoa, uma vez que perante um olhar como o teu qualquer pessoa se sente divina),não tinha de facto nada firme debaixo dos pés;por isso me assustava tanto, sem saber exactamente porquê, nem sequer a que altura flutuava por cima da terra.
Franz Kafka

1 Comments:

Blogger Fernando Palma said...

Existem pequenos detalhes especiais em quem gostamos. Um olhar, por exemplo. O mais especial memso é que só nós mesmos entendemos o significado que ele tem, ninguém mais. Por mais que se fale, se escreva, deste detalhe, só quem ama entende.
Um beijo!

12 setembro, 2005  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

on-line hits.