sexta-feira, junho 27, 2008

Inclina para ti, ó Deus

Inclina para ti, ó Deus
aquele pouco que quiseste que eu fosse.


De minha pobre existência suplico
toma os anos
que me restam.


Quanto aos anos que se perderam
experimento humilhação e desgosto,
não desprezes meu pranto.


Em mim não há senão
o desejo da Tua sabedoria
meu coração é agora
minha única oferta.




Bernardo de Claraval

5 Comments:

Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Isabel
Parece um estado de espírito a desejar mudar... e muito!
Um beijo
Daniel

03 julho, 2008  
Blogger Mr X said...

O Bernardo táva parvo!
Na verdade, qdo se desiste, como ele aqui tenta "atentar", não se comunica.
As preces são para orelhas moucas. Os ouvidos murcham. Não ouvem. Só descodificam o que conhecem. O que sentem. Ou pensam que sentem.
A oferta é só e apenas uma. E não é a vida. Mas sim parte dela.
Rais partam este "Clar"ividente.

13 julho, 2008  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Isabel
Espero que estejas bem... a ausência...
Um beijo
Daniel

22 novembro, 2008  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Isabel
Sem saber por onde andas, longe daqui, desejo-te boas festas!
Um beijo
Daniel

04 dezembro, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Olá Isabel!
Dialógico

13 janeiro, 2009  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

on-line hits.